29/02/12

CURIOSIDADES SOBRE A ARÁBIA SAUDITA


O nome oficial do país é Reino da Arábia Saudita (em árabe, Al Mamlakah al Arabiyah as Saudiya).

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a capital saudita não é Meca e, sim, a cidade de Riad.

O país não possui Constituição. É regido pela sharia, a lei islâmica.

Não existem partidos políticos, nem parlamento. O governante supremo é o rei Abdullah, da casa dos Saud.

A Arábia Saudita moderna foi fundada por Ibn Saud no início do século XX e até hoje governada por seus descendentes.

A data nacional saudita é o dia da Constituição Formal do Reino: 23 de setembro.

Na verdade, os sauditas seguem o calendário islâmico, não o gregoriano.

A sexta-feira é igual ao nosso domingo.

O país é chamado de “A Terra das Duas Mesquitas Sagradas”, em referência às mesquitas das cidades de Meca e Medina.

Localizado no Oriente Médio (mais precisamente na chamada Península Arábica), a Arábia Saudita faz fronteiras com pequenos países, entre eles Omã, Qatar, Bahrein, Kuwait, Iêmen e Emirados Árabes Unidos.

95% do território da Arábia Saudita é constituído de desertos.

O país é o maior exportador mundial de petróleo. Aliás, o petróleo é responsável por 90% das exportações e 75% da renda do país.

A frase em árabe na bandeira da Arábia Saudita significa “Não há outra divindade além de Alá, e Maomé é o seu profeta”.

Durante o período do Hajj (a peregrinação os lugares santo do Islã), a cidade de Meca é literalmente tomada por mais de dois milhões de peregrinos de mais de 100 países.

Uma das famílias mais ricas e poderosas da Arábia Saudita é a família Bin Laden (ou Bin Ladin).

O toque e o cumprimento são muito bem-vindos, desde que entre pessoas do mesmo sexo. É comum vermos homens de mãos dadas (não só na AS, mas em muitos outros países do Oriente), em sinal de respeito e amizade.

As bebidas alcoólicas e a carne de porco são terminantemente proibidas. Ser preso por portar bebida alcoólica pode lhe dar muitos, muitos, muitos problemas.

A roupa tradicional masculina é o thoub, uma peça única e comprida. Na cabeça , os homens sauditas usam ghutra ou o shemagh. As mulheres usam a a abayah ou jibab, que cobre o corpo inteiro e o rosto.

Um regrinha de etiqueta: se estiver na Arábia Saudita (assim como em qualquer outro país árabe muçulmano) evite cruzar as pernas e mostrar as solas do sapato, que é considerado falta de respeito.

Lojas e restaurantes costumam fechar por meia hora durante os horários da oraçõs islâmicas – realizadas cinco vezes por dia.

O maior relógio do mundo foi ativado recentemente na cidade de Meca.

O maior arranha-céu do mundo será erguido na Arábia Saudita e terá mais de um quilômetro de altura (obs: informações de 2010).

Um comentário:

Décio disse...

Siga o https://twitter.com/#!/maiscuriosidade no Twitter.