18/05/2011

TUDO (OU QUASE TUDO) SOBRE GAYS, LÉSBICAS, TRANSEXUAIS...



O termo homossexual nasceu da junção da palavra grega “homos” (igual) e da latina “sexus” (sexo) e é usada para se referir à pessoa que sente atração por outras do mesmo sexo.

Quanto à palavra lésbica (do latim lesbos, referência à ilha grega de Lesbos), ela é utilizada para se referir a mulheres que sentem atração e/ou mantém relações com outras mulheres.

Já o termo bisexual (ou bissexualidade) é usado para designar pessoas que sentem atração e/ou mantém relações sexuais com indivíduos de ambos os sexos.

De origem inglesa, o termo “gay” (que significa alegre, jovial) é usado no mundo todo para designar o indivíduo masculino ou feminino homossexual.

Travesti é uma palavra associada à pessoa que costuma “travestir-se” – disfarçar-se ou vestir-se com roupas do sexo oposto. O travesti é também chamado de eonista.

A palavra transgênero é normalmente utilizada para se referir à pessoa cujo modo de ser e sentir o mundo não condiz com a aparência física (principalmente genital). Podemos afirmar que um transgênero é uma mulher num corpo físico de homem ou homem num corpo de mulher.

Drag queen é um têrmo de origem estrangeira usado para se referir aos artistas perfomáticos que se travestem muitas vezes de maneira espalhafatosa e cômica para apresentações em eventos ou casas noturnas.

Queer é uma palavra inglesa usada como significado de “esquisito”, “estranho”. Mas há quem alegue ter ela vindo do têrmo quare, que quer dizer “questionado” ou “ desconhecido”. A palavra foi, durante muito tempo, vista como ofensiva pelos homossexuais. Hoje, no entanto, é usada para denominar pessoas dispostas a romper com as normas heterossexuais estabelecidas. Existem programas de TV, grupos ativistas gays e publicações que utilizam a palavra queer.

Crossdresser é o termo para pessoas que usam peças de vestuário ou se vestem totalmente como o sexo oposto, o que não significa que o adepto do crossdressing seja homossexual.

A palavra androginia refere-se a algo ou alguém que não é feminino, nem masculino. Ao afirmar que determinado comportamento ou personagem é andrógino, estamos querendo dizer que não pertence nem a um sexo nem outro. Um exemplo de personagem andrógino: Ziggy Stardust, encarnado por David Bowie nos anos 70.

Hermafrodita vêm de hermafrodito (filho de Hermes e Afrodite, que nasceu com os órgãos sexuais dos dois sexos) e é justamente usado para se referir às pessoas nascidas com genitais dos dois sexos. Já foram registrados casos de pessoas nascidas com aparência de mulher, mas com cromossomos XXY.

A Organização Mundial da Saúde retirou a homossexualidade da sua lista de doenças mentais em 1990. No Brasil, o Conselho Federal de Psicologia não mais considera a homossexualidade um desvio de comportamento desde 1985. Mas desde 1975 que a Associação Americana de Psicologia deixou de considerar a homossexulidade uma doença, o que faz dela uma das entidades pioneiras.

A Anistia Internacional considera a discriminação contra homossexuais uma violação dos Direitos Humanos desde 1991.

Acredita-se que os habitantes das ilhas Salomão, Fiji e Nova Guiné já exercitavam a homossexualidade ritualística desde 8.000 a.C..

O primeiro casal do sexo masculino de que se tem notícia viveu por volta de 2.400 a.C. no Egito. Existem registros do casal Niankhkhnum e Khnumhotep se beijando e cercado de herdeiros.

As relações homossexuais eram comuns na antiga Grécia. Elas foram praticadas (e até defendidas) por muitos gregos ilustres: Sócrates, Platão, Aristóteles… O tipo de relação mais comum era entre um homem mais velhos e um jovem (efebo).

Clique aqui para acessar as 1 000 mais incríveis, estranhas e interessantes curiosidades do Mais Que Curiosidades.

Clique aqui e veja outros fatos e dados curiosos no Facebook. 

Um comentário :

Rosy disse...

todo o ser tem DENTRO DE SI mil possibilidades e uma delas, entre tantas outras, é a homossexualidade...
quando um casal heterossexual tem um filho homossexual, de onde saiu esse filho? ou quando um casal com inteligência acima da média tem um filho com inteligência média ou até baixa ou deficitária(deficiente),ou um casal com inteligência média ou até abaixo da média tem um filho génio? e se isso acontece é porque tudo isto está dentro de nós. Sendo humanos não teremos filhos de outra especie que não seja a especie humana mesmo que um ser Humano fornique com animais de outra especie.Sendo brancos em todas as gerações anteriores à nossa, não teremos filhos negros ou mulatos. Sendo de um país onde só existem loiros de olhos azuis e sendo loiro de olhos azuis em todas as gerações anteriores(sem recuar à pré-historia)não terei com certeza(concerteza) um filho moreno e de olhos castanhos. Mas desde tempos remotos e em todas as sociedades humanas desde as mais evoluidas às menos evoluidas, às mais expansivas ou pelo contrario às totalmente fechadas, se verifica a diversidade de pessoas que nascem dos casais,em várias gerações. ou será que o homossexual é ou foi em alguma epoca da história, filho de homossexual? mesmo que abordem este tema de forma mais profunda e cientifica, apenas irão contrariar a simplicidade destas palavras mas nunca a verdade mais profunda que elas encerram,nunca esta conclusão de que o preconceito só fica bem aos estupidos e mentirosos.Pois quem prima pela verdade e pela justiça e tem respeito pelo outro, antes de se pronunciar levianamente procura saber com todas as suas forças acerca do assunto do qual quer ter opinião formada e a partir disso manifestar-se e marcar uma posição. Afinal estamos numa sociedade onde se tem desenvolvido e explorado a nossa natural curiosidade em tudo querer saber.Então se perdemos tempo com fúteis curiosidades, mais legitimo será perder tempo com algo que envolve pessoas, seres humanos.Pois poderia ser o nosso filho, sobrinho, vizinho, amigo! ou seremos todos uns pais degenerados, gente sem escrúpulos, amigos da "onça"!?
Quem não quiser perder tempo Com determinado assunto e se fôr um assunto sério, tão sério que nos poderá levar a posições radicais e prejudiciais a terceiros,abstenha-se de opinar, pois nesse caso só essa atitude será honesta, correcta, justa, coerente, verdadeira, tudo que se procura quando se mantem uma posição que se pretende ser pela Moral. Pois não há Moral sem Honestidade, Justiça, Coerência, Verdade e sem atitudes Correctas...