11/01/11

20 CURIOSIDADES SOBRE TUBARÕES


A palavra tubarão foi mencionada pela primeira vez em 1569 pelo marinheiro John Hawkins, que exibiu uma espécie trazida dos mares do Caribe e o chamou de tubarão. A partír de então, todos da espécie ganharam esse nome. Antigamente, eles eram chamados de cachorro do mar.

Existem mais de 480 espécies de tubarões. Cerca de 88 já foram vistas na costa brasileira. A menor é o tubarão-pigmeu (com apenas 10 cm) e a maior (que pode chegar a inacreditáveis 15 metros e 20 toneladas), o tubarão-baleia.

O tubarão é uma das espécies marinhas mais primitivas, com mais de 200 milhões de anos.

Por falar em tubarão-baleia, você sabia que esse gigantesco animal se alimenta apenas de plâncton?

Os tubarões possuem audição e olfato superior aos dos seres humanos. Eles são capazes de sentir o cheiro de uma gota de extrato de peixe num raio de 2.000 metros, além de que conseguem cheirar uma gota de sangue em 100 partes de água. Tem também a capacidade de ouvir sons longínquos e captar sete vezes mais tonalidades de cores do que nós.

Tubarões não tem ossos. Ao invés de ossos, eles possuem cartilagem.

Formada por escamas placóides, a pele do tubarão é resistente e áspera.

Tubarões são capazes de viver até 60 anos.

Algumas espécies possuem o fígado enorme. O fígado é responsável por cerca de 10% de todo o seu peso. Já foram encontrados tubarões com fígado de 1,5 metros de comprimento, e cerca 1 metro de largura.

Os tubarões são parentes das arraias.

Das 480 espécies, apenas 30 atacam seres humanos.

A média de ataques de tubarões contra humanos é de 70 a 100 ao ano no mundo inteiro. O número de vítimas fatais é de 15.

Considerado um dos mais perigosos, o tubarão-branco (great white, nos Estados Unidos) pode medir 7,1 metros, pesar três toneladas e comer cerca de seis quilos de carne por dia. Leões marinhos, focas, golfinhos e povos (não humanos) são os seus pratos prediletos.

Os tubarões são resistentes (ou quase resistentes, para falar a verdade) ao câncer. Dos 12 tipos de tumores descobertos em tubarões, apenas três são malignos. Apesar de intrigados, os cientistas suspeitam do tecido cartilaginoso. Como não possuem vasos sanguíneos, eles liberam algum tipo de substância que impede a alimentação dos tumores.

Segundo a FAO (Agência da ONU para Alimentação e Agricultura) entre 50 e 100 milhões de tubarões são mortos anualmente, grande parte por navios pesqueiros. Isso significa que morrem 11 milhões desses animais para cada ataque contra seres humanos.

Mesmo os navios e barcos que não pescam tubarões costumam aproveitar alguma coisa do bicho: as barbatanas. O motivo? A sopa de barbatana é considerada uma iguaria em algumas partes do mundo, especialmente na China, onde é servida em celebrações e ocasiões especiais. Mas o que acontece com o resto do corpo? É jogado ao mar.

A “indústria” da barbatana de tubarão é milionária. Um quilo de barbatana pode chegar a mil dólares em alguns restaurantes de Honk Kong.

O consumo de tubarões na China mexe com a indústria pesqueira do mundo todo. Pode parecer inacreditável, mas ela é responsável pela matança anual de 280 mil tubarões só no Brasil.

Segundo os biólogos, a matança generalizada de tubarões pode levar algumas espécies a extinção em poucos anos. A população de tubarões-cabeça-chata, por exemplo, diminuiu 99% na costa atlântica dos Estados Unidos. Os tubarões-tigre e tubarões-martelo diminuíram 97%.

A diminuição da população de tubarões só pode, obviamente, resultar em alarmantes desastres ecológicos. Dados divulgados pela revista Science e pelo Discovey Channel mostraram que espécies normalmente caçadas por tubarões estão se proliferando e, dessa forma, gerando desequilíbrios nos ecossistemas. É o caso das arraias focinhos-de-boi, que estão dizimando a população de vieiras da costa atlântica dos Estados Unidos. A diminuição de vieiras, por sua vez, está provocando sérios prejuízos na indústria pesqueira norte-americana.

Se você tem pavor de dar de cara com um tubarão durante as suas férias na praia, vai aí uma última informação: a possibilidade de cruzar com algum deles é quase nula e a de ser atingido por um raio ou morrer em virtude de picadas de abelhas é maior do que a de ser mordido por um tubarão.


Clique aqui e siga o MAIS QUE CURIOSIDADE no Twitter.

6 comentários:

Anônimo disse...

o tubarão literalmente come a femea. ass: cleiton

Anônimo disse...

Muitas pessoas morrem em praias porque o tubarão comeu tubarões , baleias o que eu acho engraçado como o texto diz tubarões gostam de comer focas peixes GOLFINHOS e pessoas na praia, e muitas vezes as pessoas na praia vêem tubarão baleia e etc....... mais oque elas nao vêem são os golfinhos muitas pessoas adorarinham ver golfinhos na prai mais e bem difícil todo mundo sabe que o golfinho é muito amigavel e amavel ele não é igual a um tubarão ou baleia na verdade o golfinho so tem a aparência de um tubarão kkkkk mais por dentro o golfinho adora pessoas no estados unidos tem lugares que você paga para entra numa piscina so com golfinhos para andar de golfinhos estranho né mais não se um dia você andar de golfinho ira ver como e divertido obg por ter lido minhas esplicassoes espero que tenha entendido tudo eu ja andei de golfinho no meu pais estados unidos normalmente tem passeios de golfinhos bastante na minha cidade visinha florida mais vim para o brasil conhecer e estudar e hoje so uma cientista proficional obg

Anônimo disse...

Parabens cientista me ajudo e quando eu ter dinheiro eu e minja familia vamos andar de golfinho no estados unidos florida obg e seu texto me ajudo muito

Anônimo disse...

Amiga, pesquise sobre golfinhos, eles nao sao tao amaveis, estupram outros animais, e se ficar escitado com voce e tiver oportunidade voce sera estuprada. Obs: 31 cm de penis. Golfinhos sao assassinos, maldosos, procure saber antes dr comentar. Beijos.

Anônimo disse...

Pesquisa na internet curiosidades dos golfinhos quero ver se ainda vai pensar assim.

Anônimo disse...

Tem 21 curiosidades rs, mas me ajudou muito!